Equiparação Hospitalar

O que é a Equiparação Hospitalar?

A equiparação hospitalar para sua clínica ou consultório reúne uma série de benefícios.

Isso porque, o objetivo deste trabalho, equiparar as funções de sua clínica a de um hospital, valorizando seu trabalho e reduzindo em até 70% sua carga tributária.

Como funciona a Equiparação Hospitalar?

As etapas do nosso trabalho, visam garantir resultados positivos para sua clínica.

Reconhecimento

O primeiro passo é essencial para os bons resultados. Essa é a etapa de reconhecimento dos serviços prestados pela clínica, bem como a análise dos mesmos de modo a equipará-los a rotina de um hospital.

Benefícios Tributários

Ao equiparar os serviços da sua clínica com serviços hospitalares, você pode receber uma diminuição significativa na carga tributária do consultório, contribuindo para um melhor planejamento tributário.

Por que esse trabalho é tão importante?

"Aqui no escritório, nossa prioridade é a aplicação de estratégias personalizadas para cada caso, por isso, a equiparação hospitalar entrou em nossos serviços solucionando as necessidades de muitos de nossos clientes."

- Gabriela Braide

As dúvidas mais frequentes aqui

Se for processo no Conselho de Medicina, o processo é sigiloso, porém, dependendo da penalidade, ela pode ser pública.

Já o processo judicial, via de regra, é público, mas com uma boa argumentação por parte do seu advogado, podemos conseguir o sigilo.

Sim, se no processo judicial ficar comprovada a responsabilidade pelo ato que ocasionou o processo, este pode gerar uma indenização. Os valores irão depender das consequências geradas pelo ato médico.

A comunicação é realizada geralmente realizada por correio, via AR ou telegrama.
Contudo, a intimação eletrônica tornou-se também uma opção, incluindo a intimação via WhatsApp ou e-mail!

Em geral, irá consta no teor da comunicação se o fato tratado naquele momento está relacionado a um Procedimento ético, a uma sindicância ou se é uma notificação para cumprimento de alguma determinação.

O ideal é procurar um advogado o mais breve possível, uma vez que os prazos para responder a qualquer procedimento que tramita junto aos conselhos é em dias corridos, ou seja, sábados, domingos e feriados são contados.