Documentação odontológica: segurança e tranquilidade na carreira

Nesse conteúdo você vai encontrar todas as informações mais importantes sobre documentação odontológica, confira.

A odontologia, especialmente na área de procedimentos estéticos, está crescendo exponencialmente nos últimos anos. No entanto, com esse sucesso, surgem preocupações sobre a tranquilidade e segurança na carreira dos profissionais. A documentação odontológica é uma aliada crucial nesse contexto.

Com o avanço das redes sociais, a odontologia não apenas é uma das áreas mais promissoras no Brasil, mas também continua a crescer consistentemente.

Assim, é essencial que os cirurgiões-dentistas estejam preparados para atender com segurança. A documentação odontológica completa em seu consultório é fundamental para garantir segurança jurídica na prestação de serviços.

Nesse sentido, é importante que você tenha a documentação odontológica completa no seu consultório, para garantir uma segurança jurídica na prestação dos seus serviços.

Portanto, elaboramos este conteúdo para ajudá-lo a compreender a importância da documentação odontológica em sua clínica. Hoje, vamos abordar:

  • Tipos de documentação odontológica essenciais;
  • Porque um cirurgião dentista precisa de documentação odontológica;
  • O que não pode faltar na sua documentação odontológica;
  • Como ter mais segurança na sua documentação odontológica.

Antes de começar a falar com você sobre tudo isso, já aproveito para convidar você a compartilhar esse conteúdo com algum outro colega que também está precisando dessas dicas.

Agora, vamos ao que interessa.

Tipos de documentação odontológica essenciais

Quando falamos em documentação odontológica, estamos falando dos documentos que vão regular a sua relação com o seu paciente, fazendo com que ela seja pautada pela segurança e confiança para ambas as partes.

Assim, hoje uma boa documentação odontológica é fundamental para que você possa ter uma carreira de sucesso, com lucro, segurança e tranquilidade. Sendo a documentação odontológica, responsável, na maioria das vezes, por salvar um cirurgião-dentista em um eventual processo que enfrente.

Para isso, existem documentos que não podem faltar na sua prestação de serviços odontológicos:

  1. Contrato de Prestação de Serviços Odontológicos;
  2. Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE);
  3. Termo de Quitação e Satisfação com Procedimento;
  4. Termo de Uso de Imagem e Voz, etc.

Abaixo nós trouxemos as diferenças entre eles.

Contrato de Prestação de Serviços Odontológicos

É o documento que formaliza a relação entre o profissional e o paciente, estabelecendo os direitos e os deveres de cada parte, as condições do tratamento, os valores, as formas de pagamento, as penalidades, as garantias, entre outros. O contrato é recomendado para evitar conflitos e mal-entendidos, e deve ser assinado pelo paciente ou pelo responsável.

Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE)

Tanto quanto o contrato, esse é um dos documentos mais importantes, pois explica os detalhes do procedimento e os direitos do paciente. O TCLE deve ser elaborado em linguagem acessível e assinado pelo paciente ou pelo responsável. Você deve ter um TCLE diferente para cada procedimento.

Para entender melhor a importância desse documento com maior profundidade leia: Tudo sobre o termo de consentimento na odontologia.

Termo de Quitação e Satisfação com Procedimento

Da mesma forma, esse documento declara que o paciente está ciente e de acordo com o encerramento e a satisfação integral do contrato de prestação de serviços que ele firmou com o profissional. O termo de quitação serve para evitar futuras reclamações ou ações judiciais por parte do paciente, e deve ser assinado por ele ou pelo responsável.

Termo de Uso de Imagem e Voz

Por fim, esse termo autoriza o profissional a utilizar a imagem e a voz do paciente para fins de divulgação e publicidade do seu trabalho, cedendo os direitos autorais delas decorrentes. O termo de uso de imagem e voz deve informar as finalidades, as formas e os meios de utilização da imagem e da voz do paciente, e deve ser assinado por ele ou pelo responsável.

Porque um cirurgião dentista precisa de documentação odontológica

Você sabe o que pode acontecer se não tiver uma boa documentação odontológica?

Pois é, muitos profissionais sequer fazem ideia da importância desses documentos para sua carreira, já que é através dela que você comprova o seu trabalho e a sua conduta ética como cirurgião dentista. Ela inclui a ficha de anamnese, o diagnóstico, a indicação do tratamento, as receitas, os atestados, os exames e as imagens do paciente, entre outros.

Mas, você sabia que se você não tiver uma boa documentação odontológica, você pode enfrentar sérios problemas?

  • Você pode ser processado por um paciente insatisfeito, que alegue que você causou algum dano a ele durante o tratamento. Se você não tiver como provar o contrário, você pode perder a ação e ter que pagar uma indenização, além de sofrer sanções do CRO ou da Justiça.
  • Você pode ser acusado de falsidade ideológica, se você alterar, omitir ou adulterar algum dado da documentação odontológica. Esse é um crime previsto no Código Penal, que pode resultar em pena de reclusão e multa.
  • Você pode ser responsabilizado por um erro médico, se você não tiver como demonstrar a evolução clínica do paciente, os procedimentos realizados, as orientações dadas e os resultados obtidos. Isso pode gerar uma perda de confiança do paciente, uma queda na qualidade do atendimento e uma exposição negativa do seu trabalho.

Portanto, não brinque com a sua documentação odontológica. Ela é um dever do dentista, previsto no Código de Ética Odontológico, e deve ser feita de forma completa, legível e organizada. Não se arrisque a perder tudo o que você conquistou por um descuido ou uma negligência. Cuide da sua documentação odontológica como se fosse a sua vida. Porque ela pode ser.

Leia também: Documentos essenciais para sua clínica

O que não pode faltar na sua documentação odontológica

Você já sabe que a documentação odontológica é um conjunto de registros que comprovam o seu trabalho e a sua conduta ética como cirurgião dentista. Mas você sabe o que não pode faltar na sua documentação odontológica?

Esses aspectos são essenciais e não podem faltar nos seus documentos para garantir sua segurança jurídica, a sua responsabilidade profissional e a sua qualidade de atendimento:

  • Legibilidade: antes de mais nada, sua documentação deve ser escrita de forma legível, clara e precisa, sem rasuras, emendas ou abreviações. Se você usar papel, prefira caneta azul ou preta, e se você usar meio digital, prefira fontes simples e de fácil leitura. Evite usar termos técnicos ou siglas que possam gerar dúvidas ou confusões. 
  • Completude: do mesmo modo, sua documentação deve conter todas as informações relevantes sobre o paciente e o tratamento odontológico. Não deixe de registrar os dados pessoais, o histórico médico, o diagnóstico, o plano de tratamento, o consentimento e demais documentos. Não omita nem altere nenhum dado, pois isso pode caracterizar falsidade ideológica.
  • Organização: a sua documentação deve ser organizada de forma lógica e cronológica, facilitando o acesso e a consulta. Você deve separar os documentos por tipo e por paciente, e identificá-los com etiquetas, pastas, arquivos ou outros recursos. Você deve guardar os originais ou as cópias dos documentos, e anexá-los ao prontuário do paciente.
  • Atualização: por fim, ela deve ser atualizada a cada consulta, com a descrição dos procedimentos realizados, as orientações dadas, os resultados obtidos e as eventuais intercorrências que possam ocorrer. Você deve anotar também as faltas, os atrasos e os cancelamentos do paciente, e as justificativas apresentadas.

Sendo assim, não deixe de observar esses itens na sua documentação, pois eles são importantes para garantir a sua proteção, a sua responsabilidade profissional e a sua qualidade de atendimento.

Como ter mais segurança na sua documentação odontológica

Com certeza, para você ter mais segurança nos seus documentos, não existe outra alternativa senão contratar um profissional especializado para fazer esses documentos para você.

Conforme conversamos ao longo desse artigo, você percebeu que cada documento precisa ser escrito de forma personalizada, para atender suas necessidades, e também dos seus pacientes.

Dessa forma, o maior erro que você pode cometer é pegar um modelo de documento padrão da internet, pois esse tipo de documento além de não trazer nenhum tipo de segurança pra você, te deixa extremamente vulnerável, pois são documentações genéricas.

Assim, investir na contratação de uma assessoria especializada em Direito Odontológico é um investimento que se faz necessário.

Portanto, se você tem interesse em implementar isso no seu negócio, entre em contato para agendar uma reunião com o nosso time.

Essa conversa é fundamental para realizarmos um diagnóstico e entendermos todas as suas necessidades e a sua empresa.

Aguardamos seu contato para poder atender você e preparar uma documentação segura e de qualidade.

Proteja-se hoje mesmo!