A importância da defesa médica na prática clínica: estratégias e desafios

Você sabe a importância da defesa médica na prática clinica? Se você não sabe, leia esse artigo agora mesmo, para entender, como vocês está inseguro sem uma assessoria jurídica.

Em qualquer profissão a prática costuma ser bem diferente do que aprendemos na teoria, durante a faculdade, por exemplo. Contudo, na medicina isso é ainda maior, já que os médicos lidam sempre com o imprevisível, daí que surge a necessidade e importância da defesa médica. 

Como uma advogada especialista em Direito Médico, que atende esses profissionais todos os dias, sei bem que o dia-a-dia da profissão é cheio de riscos e incertezas.

Sem dúvidas, a prática clínica é um grande desafio para os médicos, que, muitas vezes, precisam tomar decisões importantes em pouco tempo.

Sabendo disso é que preparei esse conteúdo para alertar e informar os profissionais da medicina sobre os desafios da prática clínica e como a defesa médica é importante.

Então, no texto de hoje vou conversar com você sobre:

  • Desafios da prática clínica;
  • Como correr menos riscos ao exercer a medicina;
  • Qual a importância da defesa médica como estratégia de prevenção;
  • Conheça meu trabalho no Direito Médico.

Preparado para saber como você pode estar mais seguro durante a sua prática clínica? A seguir já vou começar a explicar para você todos os tópicos acima.

Desafios da prática clínica

Antes de mais nada, quero começar o conteúdo de hoje trazendo para você os principais desafios da prática clínica.

Muitos médicos me relatam a grande dificuldade que é gerir tudo que acontece em um plantão, por exemplo, e ainda conseguir cumprir com burocracias para ter segurança jurídica.

De fato, a vida e o bem-estar do paciente sempre virão em primeiro lugar. Então, é claro que nem sempre você conseguirá atender observando todas as regulamentações e normas legais. 

Contudo, em primeiro lugar o importante é que você tenha o conhecimento básico sobre questões fundamentais, como:

  • O que pode ou não fazer em um atendimento;
  • Quais são os direitos dos pacientes;
  • Que obrigações o médico precisa cumprir durante a prática clínica;
  • Como funciona os processos disciplinares e judiciais para os médicos em caso de alguma má conduta, ou erro durante o trabalho.

Enfim, trago essas questões porque vejo que o principal desafio na prática clínica é justamente o médico não saber seus direitos e deveres enquanto exerce a profissão.

Ainda, vejo que é importante alertar você de que a prática clínica no SUS, por exemplo, é diferente da particular.

Portanto, são detalhes que você também precisa ter em mente, caso realize atendimento nos dois formatos.

Certamente, ainda há outros desafios para o exercício profissional, em especial para quem atende no Sistema Público de Saúde, como:

  • Falta de infraestrutura;
  • Carga horária exaustiva;
  • Falta de materiais;
  • Pouca assistência de outros profissionais;
  • Burocracia de regulamentações;
  • Entre outros.

No entanto, existe sim uma forma de você correr menos riscos na prática clínica, apesar de todos esses desafios. É o que vou contar daqui a pouco, então siga acompanhando a leitura.

Você pode se interessar por outros assuntos aqui no meu blog:

Como correr menos riscos ao exercer a medicina

Defesa Médica é uma parte importante do processo de atuação do médico. Você precisa se proteger enquanto médico e eu posso garantir a sua proteção. Entre em contato comigo hoje mesmo!

Em primeiro lugar, se você quer correr menos riscos, você precisa saber se prevenir.

Na prática clínica existem muitos pontos que precisam de atenção para que você não tenha problema no futuro, como:

  • Um atendimento adequado ao paciente, observando a conduta ética que requer o Conselho Federal de Medicina;
  • Cuidado no preenchimento de prontuários, tentando sempre elaborar esse documento com todos os detalhes fornecidos pelo paciente;
  • Guardar o prontuário de maneira organizada;
  • Ter atenção na prescrição dos medicamentos e tratamentos;
  • Obter consentimento do paciente quando necessário;
  • Respeitar o sigilo das consultas e das informações com o paciente;
  • Cuidar a forma da realização de marketing durante o atendimento, seguindo o que diz o Manual de Publicidade Médica do Conselho Federal de Medicina.

Essas são apenas algumas das muitas dicas que eu posso dar a você como uma forma de reduzir o risco de problemas na prática clínica.

Na verdade, o ideal é que você tenha uma consultoria jurídica expert na área. Até mesmo com uma forma de treinamento para você saber mais sobre os seus direitos e deveres como médico.

Eu sei o quanto é difícil para quem é da área da medicina entender esses assuntos, ou sequer ter tempo de ir atrás dessas informações. 

Por isso é que eu sempre estou trazendo conteúdos novos por aqui, para tentar facilitar um pouco mais a vida dos médicos em relação às demandas jurídicas. 

Agora que já dei para você algumas dicas do que cuidar na prática clínica para evitar riscos, trago a seguir tudo sobre a importância da defesa médica na prevenção da prática clínica.

Qual a importância da defesa médica como estratégia de prevenção

A estratégia de prevenção que eu uso é uma estratégia diferente da que existe no mercado. Entre em contato para entender mais sobre o assunto.

Sendo uma advogada com muita experiência no atendimento de médicos, que já ouviu diversas histórias e atuou em casos muito diferentes, garanto uma coisa a você: a melhor defesa médica é a preventiva.

Você sabia que não é apenas no caso de processos disciplinares ou judiciais que a defesa médica pode ser usada? Pois é, na verdade, a defesa médica mais eficiente é aquela feita de forma preventiva.

Então quer dizer que você vai precisar de uma defesa sem nem ter um processo? Não é nada disso, o que estou falando aqui é de prevenção justamente para evitar esses problemas depois. Ou seja, correr menos riscos 

A defesa médica atua também de forma preventiva, com o objetivo de orientar os médicos sobre:

  • Condutas permitidas e proibidas pelos Conselhos de Medicina;
  • Direitos e deveres dos médicos e dos pacientes;
  • Quais são as atitudes que levam a processos disciplinares e as consequências disso;
  • Documentos importantes que todo médico precisa ter em seus atendimentos e qual a forma correta de utilizá-los;
  • Profissionalização do trabalho, no caso de médicos que possuem clínicas e precisam formalizá-las como empresas;
  • Treinamentos preventivos sobre marketing e publicidade na medicina, Lei Geral de Proteção de Dados, cuidados nos atendimentos, etc.

Enfim, poderia citar uma lista muito mais longa para você de tudo que é possível fazer com a defesa médica preventiva, já que as possibilidades são infinitas. 

Na minha atuação, por exemplo, busco sempre personalizar a consultoria de acordo com as necessidades dos meus clientes, já que cada médico, cada especialidade, são diferentes.

Leia também: Normas de retorno de consulta médica para médicos e clínicas

Defesa médica em processos

Além disso, é claro, se o profissional já estiver com algum tipo de problema mais concreto, seja um processo disciplinar ou judicial, atuo também na defesa desses processos.

Inclusive, aproveito para perguntar para você: Sabe como se defender no CRM? Essa é uma dúvida que eu recebo todos os dias e que já tenho um conteúdo exclusivo aqui no site.

Então, se você quer saber mais sobre isso, clique aqui para acessar o conteúdo. 

Enfim, você, médico, sabe o quanto a medicina é uma profissão ampla e de como existem várias regras para serem seguidas, em especial na prática clínica.

Dessa forma, com certeza a melhor forma de você evitar condutas que tragam problemas, é ter o conhecimento do que é proibido ou não.

Daí a importância de contratar um advogado especialista na área para poder trazer todas essas orientações para você de uma forma que você entenda, sem juridiquês, como eu costumo dizer.

Inclusive, para você conhecer mais sobre o meu trabalho eu preparei um tópico especial que está logo abaixo. 

Veja mais: Saiba como funciona a defesa médica para médicos do SUS

Conheça meu trabalho na Defesa Médica

Você ja conhece o meu trabalho? Eu sou Gabriela Braide, advogada especialista em defesa médica e estou aqui para ajudar você a proteger a sua carreira

Preparei esse texto que você acabou de ler com muito carinho e tenho certeza que ele vai ser um ótimo material de apoio. 

Agora, deixa eu me apresentar para você.

Se você ainda não me conhece, meu nome é Gabriela Braide, sou advogada especialista em Direito Médico.

Sempre tive muita admiração por essa profissão e depois de auxiliar alguns médicos no início da minha carreira, percebi que essa é uma área que precisa muito de apoio jurídico qualificado.

No entanto, as opções de advogados que realmente sabem do assunto no mercado são poucas.

Assim, resolvi que eu seria a ajuda que esses médicos precisavam e, desde então, auxilio médicos e clínicas médicas a terem segurança jurídica.

Atualmente, minha atuação no Direito Médico é tanto preventiva, quanto em defesa médica para processos disciplinares ou judiciais já instaurados.

Ou seja, no que você precisar, eu e minha equipe estamos prontos para auxiliar.

Se você é médico e quer entender melhor o que um advogado especialista em direito médico faz, pode conferir o conteúdo que produzi sobre isso há pouco tempo.

Então, agora que você já me conhece, saiba que pode entrar em contato comigo a qualquer momento para resolver a sua demanda.

Aqui no canto direito do site, na parte de baixo, você tem acesso direto ao meu WhatsApp. 

Entre em contato comigo e garanta a proteção da sua profissão. 

Saiba mais: Documentos essenciais para sua clínica

Você também pode se interessar por outros conteúdos aqui no meu blog, vem conhecer!

Proteja-se hoje mesmo!